18 de jun de 2009

Falta de assunto, Nada para escrever.

Nossa esqueci o que iria falar, po cara to sem assunto, é pois eh fiquei sem saber o que dizer, droga de redação não sei o que vou escrever, frases típicas da maioria das pessoas que não tem assunto nenhum ou as ideias parecem ter se escondido delas. Bem eu estava em um momento como esse então resolvi escrever sobre o mesmo.

É incrível como você parece ter as melhores ideias do mundo, mas após um segundo se passar, elas desaparecem como se fosse na velocidade da luz. Lapsos momentaneos, ou profunda falta do que dizer. Em relação ao que falar, acho que não é falta de assunto no real sentido da palavra, acho que é o medo de dizer algo que seja inteiramente desinteressante para o outro, ou simplesmente medo de dizer alguma besteira.

Falta de assunto também acontece quando, não lemos muito, quando não assistimos muitas coisas, ou voltando a me referir ao que disse, só se passar coisas "inuteis" em sua mente.

Alguns enrolam muito , outros simplesmente não dizem nada, em um relacionamento por exemplo, aposto que a maioria das mulheres odeiam caras que não falam quase nada ou não conseguem puxar um assunto. De certa forma é ruim pelo clima ficar meio morto, mas acho que a falta de assunto parte de ambos, já que ela poderia falar alguma coisa de vez enquando ;] e vice versa.

Eu particularmente odeio ficar sem assunto, ou ter assuntos demais e não saber qual falar. Lapsos, aminesias repentinas, excesso de devaneios, ou pura preguiça de pensar. Nossa, mas é humanamente impossível ficar sem pensar, então porque falta assunto? Seria um estado de desinteresse consigo mesmo?

Quando estamos empolgados sempre eles aparecem, quando geralmente estamos tristes( não no sentido angustiado ou reprimido, já que ai existem muitos assuntos, apenas não são expressados) nunca tem nada realmente interessante.

Bem, para quem não tinha nenhum assunto para hoje, acho que acabei falando até demais, onde até do nada pode sair alguma ideia, é preciso querer.

Resto do Post

Um comentário:

Anônimo disse...

Já que o assunto é a falta de assunto, vou escrever (com toda licença :B) um poema que uma amiga me mostrou hoje e eu achei interessante.

"Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase.
É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.
Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou.
Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas ideias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.
Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cór, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados. Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz.
A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai.
Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza.
O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.
Não é que a fé mova montanhas, nem que todas as etrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência, porém preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.
Pro erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo.
De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo o fim é instantâneo ou indolor não é romance.
Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.
Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."
Autor: Desconhecido

Tá bem legal o novo design do blog.
Ass: Fenrir

AddThis