2 de jun de 2010

Vê este aluno Burlar, vulgo Vestibular

Próximo de um dos momentos mais decisivos na vida de alguns jovens, ou até mesmo adultos, bate aquela insegurança a respeito se você realmente aprendeu tudo aquilo que deveria para passar, que só será sanada quando a dita cuja prova for resolvida. Quando esse momento passa, outra dúvida surge a mente, que é a indagação de seu rendimento sobre esta prova, ou seja, se você passou ou não. Questões como essas são comuns, e mais comuns são as situações incomuns de candidatos que passam sem nenhum preparo anterior a o dia da avaliação. Geralmente são abafados, ou não possuem muito créditos, já que não fazem parte da média de alunos interessados de determinados cursos e escolas de grande potencial competitivo, então dizem que passar por mera "sorte" é algo muito difícil, ta ai a faculdade que não me deixa mentir, o tanto de gente que passou justamente por causa dessa ajuda praticamente "divina”.

Provas objetivas, geralmente são falhas no quesito de avaliar conhecimento, já que é um puro jogo de probabilidade, e realmente não mede o quanto você sabe, não da forma mais eficiente, já que é feita para uma quantidade imensa de pessoas. Alunos que passam horas estudando, e dão duro para isso, não conseguem esse tão aclamado resultado. Eles estudaram pouco? Não. Então o que deu errado? Não souberam dá conta dos sentimentos, dá pressão, da rotina, dos objetivos, ou poderiam está doentes no dia da avaliação.

É um assunto, digamos, batido até, analisado e visto muitas vezes pelos especialistas, e os próprios alunos, mas isso sempre se repete. Eu já passei por isso, como muitos passam e passarão, e falo de um ponto de vista particular.

Vestibular não mede conhecimento, você apenas é treinado para dá credito a sua instituição de ensino, que mais lhe parece uma empresa altamente competitiva, ta ai os cursinhos que não me deixam negar. Lá, quem ganha é quem acerta mais, não interessa se você estudou e o outro passou o ano curtindo, se ele acertar mais que você no chute, você ta fora e ele dentro. O máximo que pode dizer que alguém realmente estudou é na segunda fase, que está praticamente extinta por causa do novo modelo de prova, baseado inteiramente no ENEM, que nem todas as universidades aderiram. Aproveitando a idéia do ENEM, você pode concorrer a vagas de outros estados, podendo tomar a vaga de alguém menos favorecida financeiramente que more na região e deu muito duro para conseguir aquilo.

Vestibular é um jogo desleal, onde o lema de universidades para todos é mais falso que sorriso de propaganda, onde todo o conhecimento adquirido no seu cursinho e escola não irá servi para quase nada, apenas uma pequena parte. As ideologias estão erradas, e aqueles que estudam pouco, e pelo menos sabem o que querem, vão realmente conseguir entrar ou tentar mais uma vez sem muito sofrer, sem muito se abalar.

Vestibular é um jogo, onde aqueles que sabem driblar esse jogo serão os mais bem sucedidos, afinal de contas, o nosso pais é feito muito disso, infelizmente.

3 comentários:

Anônimo disse...

Concordo c/ vc em muitas coisas!!
Realmente é desleal...e esse novo sistema vai prejudicar os menos favorecidos(pra variar)....O que resta é estudar e contar muito c/ a sorte!!
:)

Marcelo Vinicius disse...

Temos ótimos textos o seu blog! Vou acessá-lo mais! Se puder, acesse o meu também: www.marcelovinicius.com

Abraços!

Emerson disse...

opa =D brigado, acessarei sim =D

AddThis