20 de abr de 2010

Prólogo de um gnomo- contos de Azeroth

Por toda a minha vida eu lutei....
                                     Por toda minha vida procurei....
                                                                    A luz que guiava o guerreiro, foi corrompida....


                     Sua chance de retroceço é minima....
                                             Em pequenos suspiros... no ultimo suspiro...


M'alma é guiada para os confins....
A terra me dará o tão esperado descanço... o descanço do aventureiro...


-Skorth, gnomo errante

(posts que tem como ajuda meu amigo Felipe, então vamo ver como fica)

Nenhum comentário:

AddThis