10 de jan de 2011

Um modo nada convencional, um modo sincero.

Em uma longa estrada, até um tanto distante daqui, encontra-se uma garota. Simples neah? Até então... Inevitavelmente encontrando espaço no coração daquele que é difícil achar um lugar longe da chuva de seus sentimentos. Poucos conseguem, mesmo se tratando de uma aproximação até então recente, isso é formidável, diria esse tolo coração, que insiste em fazer o clichê de que a razão e a emoção não pode está em harmonia. O tolo do sentimento, visualiza-a como um alguém que é belo, que é carinhosa apesar da ausência de contato, que é meiga, que é comunicativa. A razão toma parte da situação, e diz que é uma garota especial e que não se deve fazer nenhum mal, e que sente o dever de protege-la de alguma coisa que não sabe o que seja.

Nesse páreo um tanto quanto chato e cheio de impasse apesar das concordâncias, entra uma terceira figura, a consciência, é dela então que sai o verdadeiro desfecho. Vocês estão errados, e são chatos demais para resolverem. Diz a consciência. A única coisa que se dever fazer é o que eu espero dizer a ela: Que eu daria todos os gritos e cantos desafinados, para implorar ao querido Deus que te traze-se para perto de mim, que eu pudesse beija-la enquanto seus lábios ainda estão vermelhos , que eu fosse a vitima do seu olhar penetrante dentro dos meus imparciais olhos castanhos. Sua presença fosse feita, mesmo sem nunca dizer que lhe amo, sem nunca realmente lhe prometer o céu, antes de poder existir um chão. A paixão é ascendente, mas nada que faça um conto de fadas enganar seu lindo coração. Mesmo com tudo isso, eu daria todas as minhas forças para poder ver o seu sorrizo, já que ele não é feito de forma vã e sim com um grande sentindo, sentido esse que não me pede nada em troca. Eu enrolaria e falharia minha voz, mas com a letra intacta de With me em minha cabeça, só pra fazer você ri da minha cara e me chamar de bobo e faria o calor da minha alma ter o prazer de senti a sua junto a mim. A todas essas imperfeições e nada convencionais valores, eu diria para finalizar: Esse sou eu, imperfeito e sem promessas, sem cavalo e sem espada. Esse sou eu, sem carro e sem músculos, esse sou eu, sendo eu, com um piercing na boca, querendo olhar pra você e dizendo: Ei mina, eu quero está com você esta noite e fazer você se sentir a garota mais especial do mundo, que nenhum outro príncipe conseguiu lhe fazer.

Esse sou eu, errado, defeituoso e cheio de manias, apenas pedindo para está junto a ti.

4 comentários:

Jayonara disse...

Pensamentos lidos e ditos, para sempre na dúvida . Tão Lindoo. Emersoon ta Amandoo lalala

Monisa disse...

Nem sei pq nunca comento. Sempre tou por aqui...

Texto muito lindo. :~

miriany disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
miriany disse...

Muito Obrigada meu o carinho!
Eu amei o texto,como você msm falou eu daria todos os gritos e cantos desafinados,para implorar ao querido Deus que te traze-se para perto de mim!

AddThis